quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Do latin Religare


Quem inventou as palavras não foi Deus. Meu deus não se comunica por palavras, nem pelas palavras ditas com fervor entre quatro paredes ditas sagradas. Meu deus se comunica através do vento, meu deus chove sobre o mato verde e tem cheiro de terra molhada, meu deus se mostra através de sete bilhões de exemplares distintos, meu deus não fala só a língua dos anjos, ele fala 6912 línguas, ele é brasileiro, jamaicano, hindu e japonês. O meu deus é o sol que abre depois da chuva, meu deus casa por amor, meu deus tem as cores de um bico de tucano, meu deus se põe todos os dias às seis da tarde e espalha-se em muitos tons. Meu deus é um ipê amarelo, meu deus ama. Meu deus tem cheiro de dama-da-noite, meu deus às vezes chove gelo. O meu deus não se comunica por palavras, se comunica através de um ser que cresce dentro do outro, se alimenta através do outro. Meu deus é uns sessenta órgãos em apenas 53 centímetros. Meu deus depois cresce e se alimenta sozinho. Meu deus tem cabelo crespo, liso, preto e laranjado. Meu deus é a música que faz rir, meu deus é a música que faz chorar. Eu ceio com deus todas as noites na minha mesa, ele está presente mesmo quando não estou reunida em seu nome. Meu deus está numa queda d’água gelada, meu deus cresce de semente à árvore à maçã à semente. Não preciso me religar a deus. Sempre estive inteiramente ligada. Como distanciar-se desse deus? Homens, não nos confundamos com nossas próprias palavras, aquelas em que tanto acreditamos, afinal “Deus É”.

3 comentários:

Isabella Pina disse...

http://www.youtube.com/watch?v=i9UBWhT1EqI

Julia Porto disse...

Que lindo, Pina!

Isabella Pina disse...

Brigada, Ju! =)